Stevia afrodisíaca




Creio que a stevia é afrodisíaca embora ainda não tenha compilado todos os dados para uma conclusão clara. Reparem que até usei o verbo compilar que já por si é significativo sabendo eu que se tivesse nascido homem jogava na outra equipa, tal a fascinação que tenho por pilas.

Ao certo, comprei rebuçados adoçados com stevia que apresentam uma coloração azul tal como aquele comprimido que produz erecções do pénis. Não sei se o meu clítoris se sentiu influenciado, se ficou sugestionado, o que terá sido mas desde aí está todos os dias desperto e aprumado. Creio também que comunica com os mamilos que se não fossem os sutiãs de copas reforçadas toda a gente julgaria que eu trazia duas estátuas do Cutileiro espetadas entre o pescoço e o umbigo.

O que me vale é poder desfazer equívocos logo de manhã graças a um kit de sobrevivência no deserto que uma amiga minha me fez o favor de oferecer e que inclui um pinchavelho a pilhas tão lindo, não azul, mas violeta da cor do Prince.

97%


Dai uma mãozinha aos outros como a vós mesmos

Questão de piça

Alguém cujo nome começa por Piça não me parece adequado para a Eurovisão.
Não por ser puritana, valham-me os anjos todos da terra, mas porque no ano passado tivemos um Salvador a 13 de Maio e foi o que foi, de modo que agora colarmos-nos à IURD com uma piça pode mesmo dar uma «queca» muito grande, capaz de fornecer material para mais uma reportagem da Alexandra Borges na TVI.

Foto de José De Almeida.

A lógica

Comoveu-me ver as homenagens à equipa campeã europeia de Futsal. 

Tocou-me o trabalhar por objectivos, o trabalho de equipa. Antes do andebol, do Liceu e da Universidade me obrigarem ao trabalho de equipa, já jogara essa estratégia em casa. Tenho saudades da equipa a definir as metas e a concretizar os objectivos. 

E assim já tem lógica que tenham fracassado todas as relações em que me meti onde faltou o trabalho de equipa.