COMO SE GUARDA UMA PILA?



Publicamos hoje os resultados finais do escrutínio «Como se guarda uma pila?», questão admitida pela assembleia de comentadoras e comentadores deste blog sem necessidade de recorrer à luz do Tribunal Blogoesférico, numa clara contribuição para o estabelecimento de verdades científicas.

Ficou em definitivo provada a tese do Guardião-mor de pilas- a quem aliás se deveu a sugestão do referendo-, de seu nome apenas Eufigénio, segundo a qual uma pila que se preze guarda-se para a esquerda, com a maioria absoluta de 56% dos votos expressos.

O característico desenrascanço nacional alcançou uma meritória 2ª posição, com 20% dos votantes a manifestar o seu desejo de guardar uma pila de qualquer maneira. Alguns estudiosos alegam que esta teoria beneficiou da campanha ilegal do «Rap Alentejano» dos Ena Pá 2000 mas outros defendem que ela pode igualmente configurar uma atitude de desafio à sociedade falocrática em que vivemos.


Em seguida, posicionou-se a arrumação da pila para a direita, com 12%, o que é uma clara validação desta amostragem, por corresponder à percentagem exacta de canhotos existentes em Portugal. O joao declarou-o no sentido de que o uso faz o lado e o derFred também confessou esta escolha a pretexto de mostrar a marca de um entalanço.

Com 8%, ficou a opção de guardar a pila ao centro, numa clara expressão dos desejos e escolhas femininas das comentadoras deste blog e quiçá, pelo gosto na sua desarrumação como avançou a karla, não obstante não podermos comparar estes dados com os da arrumação na gaveta mesinha de cabeceira referida pela Hipatia.


Finalmente, com apenas 4%, figuram os votos dos indecisos que continuam a defender a dúvida cartesiana como prática de vida, acompanhados pelos intimistas que nem aos referendos se confessam.

Caso queiram fazer mais algum censo, está aberta a caixa de sugestões.

0 comentários: