Perfumes

Foto de Michael Sanville


Chegou de manhã, bem cedo. Esgueirou-se lentamente para baixo dos lençóis e sussurrou um bom dia ao meu ouvido, ao mesmo tempo que me mordia ao de leve o lóbulo da orelha. Percorreu-me um arrepio doce. O seu hálito fresco contrastou com o meu, acabado de acordar.
O aroma do pão quente misturava-se com o cheiro do café, acabado de fazer.

Mas foi o suave perfume que emanava do seu corpo que me despertou por completo. A sua pele tinha o cheiro da flor e o aroma do amor. Evocava o cheiro dos sentidos, um cheiro de alma limpa, lavada.

E quando saiu, voltei a amá-la no cheiro do travesseiro.

0 comentários: