Senhor Doutor

Vou estender-me ao solinho da praia até ao próximo dia 10. E molhar-me nas ondas que é uma coisa que o Senhor Doutor sempre me disse que fazia bem à pele.

Deixei-lhe um caderninho de sonhos para os intervalos da preenchida agenda do seu divã. Estou certa que vai ter de mudar as cargas da caneta. (Estão na última gaveta da escrivaninha e há sabor a pêssego).

E para não me achar uma mal agradecida por só agora lhe deixar aqui este recadinho, deixo-lhe uma singela prenda.

0 comentários: