Postal do pequenino e bonitinho (ou dos prazeres da boca)




Não vos parece que a gastronomia portuguesa reflecte o gosto pelo pequenino e bonitinho?

Almoçamos joaquinzinhos (ou jaquinzinhos) com arroz de tomate, petingas fritas com açorda, pescadinhas de rabo na boca ou uns choquinhos com tinta.
Nas carnes, preferimos o borrego e o cabritinho, a vitela, o leitão e o franguinho. Gostamos também do nosso arroz de miúdos, dos pézinhos de coentrada, das mãozinhas de vaca com grão e carinhosamente, denominamos pratos substanciais como dobradinha ou favinhas com chouriço.
Nas horas de lazer, petiscamos pipis e passarinhos e se procurarmos nos enchidos, ainda encontramos o painho.
Até inventámos um prato vegetariano que baptizámos como peixinhos da horta.
E para adoçar a boquinha lá vão umas
queijadinhas, umas rendinhas alentejanas ou umas clarinhas de Fão.

Será que as bocas portuguesas ainda não se habituaram a abrir-se completamente?

0 comentários: