A vida é larga há um ano

uma escrita da noite lisboeta com copos e luzes eléctricas contrariando as regras gramaticais tradicionais deitada num azul fluorescente que há um ano emana boas vibrações.

parabéns, Jorge!

Man Ray, 1920

0 comentários: