Postal do número 3

Chamem-me picuinhas mas sempre estranhei tantos provérbios a realçar os factores positivos e a magia do número 3, como «não há uma sem duas, nem duas sem três», «três foi a conta que Deus fez» ou «três irmãos, três fortalezas», para além dos jogos populares da bisca de três ou os três cantinhos.

Até que descobri os frescos romanos de Pompeia- aquele sítio que o Vesúvio tapou com lava há 1941 anos - e vi claramente com estes dois que a terra ou o lume há-de comer a presença de 3 elementos naquilo que se pode considerar os primórdios do ménage à trois e não me pareceu bem desdenhar os ensinamentos dessa civilização que tanto contribuiu para a formação da mentalidade latina.



















(imagens gentilmente patrocinadas pela exposição Treasures oh the Royal Museum of Naples)

0 comentários: