Eufemismos


Ele comentou comigo que se incluia nos 90 % dos homens que só pensam naquilo, sem reparar que não sendo ele um gajo dado a exageros, me confessava que o seu objectivo de vida era dar uso às hormonas que o compeliam a germinar.

Motivado pelos meus ouvidos atentos, acrescentou que cada vez que via uma mulher só pensava em fazer-lhe aquilo e então, se ela estivesse de saias, imaginava que era logo ali, a levantar-lhe as ditas e ia tudo. Desviou ligeiramente os seus olhos dos meus para conferir a minha saia ampla a bordejar os joelhos, sem dar conta que explanara a sua visão das mulheres como autênticas doses de feijoada da cantina do quotidiano, com a finalidade evidente de serem alarvemente deglutidas.

Gabou a minha predilecção por saias, repisou a sua adoração por mulheres, esses seres maravilhosos que lhe preenchiam o pensamento a todas as horas do dia e rematou, salivante, a perguntar se aquela conversa não me excitava. À custa de muita concentração, abafei a gargalhada estridente que se queria soltar de mim e polidamente, retorqui que no que toca àquilo, sempre que me sinto a rápida pita shoarma de alguém, mumificam-se-me de tal modo as carnes que nem com a molhanga do copinho plástico lá vai.

(imagem com a Jodie Foster gamada algures na net)

0 comentários: