Lambe-botismo



Quando eu era pequenina, a minha mãezinha bem sonhava que eu viesse a ser professora, por no seu ver ser esta uma profissão própria de uma senhora e socialmente conceituada.
Com o mau feitio que a minha própria mãezinha reconhece que me caracteriza, ainda bem que troquei as voltas a tal destino. Porque para ser professor agora e aqui em Portugal, não é fulcral ser lambe-botas mas ajuda muito à progressão na carreira.
E honestamente, até o decoro da minha mãezinha sabe que só há uma coisa que consigo lamber de baixo para cima e não concebo que me paguem para isso.

0 comentários: