Parabéns Luna!


Com a canícula que está neste teu dia, coloquei-te a prenda em água para refrescar. E tem um feliz aniversário!

E como banda sonora, deixo-te o hino do Núcleo Motard da FCT :

Sinto o vento nos cabelos.
Vejo a estrada a passar.
Sinto a adrenalina a subir,
Sem não querer mais parar,
E à medida que me sinto assim,
Apenas uma coisa me apetece fazer...
Rodar mais o punho,
Até mais não poder.
E quando me encontro já no auge,
Limito-me a escutar,
O zumbido da deslocação do ar.
É aqui que dou por mim,
Já quase a voar,
Tendo apenas uma linha, onde rodar.
Abrando o ritmo,
Já quase sem asfalto para pisar,
Decido então parar.
É então que num ataque de sensatez,
Penso para mim,
Apenas uma vez:
"Quem me manda a mim,
rodar o punho assim ?"
Monto-me na moto,
Já quase sem poder,
E rodo o punho a fundo,
Para este pensamento perder,
Porque afinal, é isto que me faz viver...

(Foto © Paulo Valente, 2006, Hands on your head 3:37 am)

0 comentários: