Uma fervura



Caiu-me no goto esta música de Gutto, ícone do r&b/rap português, intitulada Deixa Ferver, do seu terceiro álbum - Corpo e Alma - lançado há dias, e que conta com a participação de Boss Ac e de Liliana das Non Stop, sendo já possível adiantar que se trata de um granda som, brutal mesmo.

Sobre a letra deste tema, na sua essência, são inegáveis as semelhanças com os famosos D'zrt pese embora a evidente originalidade de transformar um mano num menino do gás, fornecedor de saunas ao domicílio.

UHH! Vou fazer o que tu queres
Estou pronto a dar-te o que quiseres
Mas será que estás preparada?
Estás pronta para ficar suada?
Tu tens uma grande vibe
Fazes um homem implorar por mais
Oh baby! Tu vais ver
Tu mereces e eu estou aqui para fornecer

Já o refrão comporta preciosos ensinamentos culinários das nossas avós, no apelo insistente em deixar ferver os docinhos até se apresentarem como uma massa homogénea.

Tu queres, eu dou-te
Quero-te enlouquecer
E hoje a noite sei que vai aquecer
Baby deixa ferver
Anda, deixa ferver

Refira-se que não foram também esquecidas as influências de Tony Carreira na repetição de "não me peças" profusamente usadas em Adeus até um dia, bem como a sabedoria popular de que as damas dizem o contrário do que pensam, ainda hoje no século XXI e os men é que são muito espertos a interpretá-las.

Não me peças para tentar controlar
Não me peças para não te fazer gritar
Não me interessa se os vizinhos estão a ouvir
Só me interessa o que tu estas a sentir
Não me peças para não te tocar assim
Quando te toco tu começas a aquecer
Não tenhas medo de gostar do que gostas
Eu sei que tu és muito mais do que mostras

Não foram também esquecidas as referências aos marcos mais antigos, como é notório na estrofe seguinte, em clara homenagem a Marco Paulo e ao seu tema uma lady na mesa, uma louca na cama e a defesa clara da mulher antagónica da Mafalda do Quino que ordeiramente come a sopa toda.

Mulher porque é que tu tinhas que ser assim tão boa
Qualquer homem que chegue ao pé de ti fica a toa
Imaginar-te no quarto deitada toda nua
Minha vadia na cama, minha senhora na rua
Tu tens carinha de santa mas deves ser perigosa
Não fazes mal a uma mosca mas deves ser gulosa
Quero brincar contigo, deixar-te bem nervosa
Tás tão cheiinha, deves tomar a sopinha toda

São ainda dignas de nota a inclusão das referências fonéticas fortemente popularizadas desde 69 por Gainsbourg, no Je t'aime moi non plus, a que se somaram em 72 as do cunho cinematográfico Garganta Funda.

Dá-lhe(4x)

Deixa ferver, baby
Quero ferver, ahh
Faz-me ferver, baby
Quero ferver, ahh
Quero ferver, baby
Quero ferver, ie
Anda ferver
Quero ferver


Curtam totil e fikem bem.

0 comentários: