De braços abertos

Tenho 48 anos e os olhos cansados de tanto ver. E já nem tenho força nos braços, cansados que estão de tanto abraçar. Giram à minha volta deslumbradas nas primeiras vistas enquanto as faço sentir no topo do mundo e aí sobem por mim acima num ápice e com um olhar alucinado encostam-se todas à procura do melhor ângulo. Algumas voltam mais umas vezes para me exibir perante outros como um troféu por elas descoberto.

Para mim são todas as minha pequeninas e sorrio sempre que uma rabanada de vento mais atrevida lhes desanuvia as saias para a atmosfera das rendinhas ou algodões coloridos das cuecas. Mas eu fico e elas vão quando nada mais lhes consigo dar.

Com franqueza, quem mandou ao meu pai fazer-me de pedra?...

(Foto © ashera, 2007, CR)

A escultura é da autoria de Francisco Franco e o monumento foi inaugurado em 17 de Maio de 1959.

0 comentários: