Salvem a loira


guardando alguns euros para a partir do dia 15 deste mês lhe comprarem o livro. Uma lambidela na loira por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

O autor que tem tudo para ser infeliz, como ter nascido em 69, ser "casado" e viver "desterrado no Alentejo profundo" não é no entanto virgem, já que os seus partos anteriores se denominam O pénis do Jeremias, Maravilhoso Mundo Novo e O frio que faz na cama.

Agora promete que " Este conjunto de crónicas tragi-cocó-micas resulta de um prolongado processo de perturbação emocional e psíquica, onde, nos seus momentos mais críticos, cheguei a hesitar entre a mudança de sexo e o cultivo de uma espécie de tomates especialmente saborosos em contexto de saladas. Umas vezes sob cavalar medicação, outras vezes abandonado à sorte de um descontrolo feroz, o impulso da escrita arrancou-me das entranhas as personagens mais bizarras e atormentadas, de mão dada, contudo, com outras não menos ordinárias, aputalhadas ou com furúnculos nas partes" , divindindo-as em quatro quartos : loirices, outras e outros, vidas e alter-egos.

Leve a Loira para o seu quarto e refresque-se!

0 comentários: