Notas para seduzir




Nota para o amante

A mudança de costumes quebrou hábitos de encantamento e sedução entre um homem e uma mulher.
Se uma refeição ainda é considerada como meio fácil para a minguada estratégia da corte e da sedução, ela é normalmente combinada para o restaurante que esteja em cota alta.
(...)
A refeição entre os dois, deixou de ser importante em si mesma e tanto o homem como a mulher se retiraram há muito como intervenientes directos desse acto, que tinha na ritualidade da confecção o fascínio de um dos dois ser o sacerdote oficiante, tirando desse acto uma aura que lhe dava a excelência no jogo do amor. Este livro é para os amantes que entendem um "tête-à-tête" como um madrigal, parecendo feito de imprevisto, mas tratado com o esforço e o tempo que a refeição requer. As melhores improvisações são as que são devidamente preparadas e a mulher não deverá aperceber-se desse esforço e dessa procura.
(...)
Não faça um jantar copioso. Uma certa austeridade fará com que a sua convidada aprecie melhor a sua confecção e o seu tempero e comer muito, só dá sonolência, o que não é desejável.


[Alfredo Saramago, Cozinha para Homens - A Honesta Volúpia, Colares: Colares Editora, 1994, 2ª edição]

0 comentários: