O aeiou da latina


Ana Malhoa é dona de um par de títulos surpreendentes na sua discografia como Ana Malhoa, Eu, Eu sou latina ou Ninguém me pára e o seu site revela bem a imagem latina da cantora e o lugar fulcral que ocupa na sua carreira.

Ana Malhoa nasceu em 1979 e conseguiu o seu 1º single logo em 1986 já com o sorriso quente e as flores estivais sobre a orelha que haviam de marcar o seu futuro.


Em 1992 arrisca o inglês com I'm Happy ainda em single, feliz por amparar a sua cabeça, para três anos depois lançar o seu 1º LP intitulado Calças Rasgadas, onde cantava
Porque eu não sou miúda das que dão bola
Mas este visual dá-lhes volta à tola
Não estão habituados a coisas novas
Coisas que estejam na moda, e é isso que me amola


Imparável após completar vinte anos lança o seu olhar penetrante para a capa dos seus discos em Ana Malhoa (2000) e Por Amor (2001) e ainda em invernais cores europeias acena já uma ténue visão do seu colo.


O seu cabelo volta a encher-se de buéréré de flores e borboletas a condizerem com a roupa tropical de 2003 e 2004 para Eu e Eu Sou Latina, nos quais a opulência dos seios procura centralizar a atenção nas capas.



Um remate da alegria e do calor das suas canções explode no ano passado na sensualidade de se desnudar completamente para nos exibir as suas costas e as suas tatuagens que lhe dão alma à voz.

0 comentários: