Apanha de uvas

Muitos anos atrás quando miúdo, fui enviado pelos meus pais para Trás-os-Montes (por causa dos ares da Póvoa que põe de rastos a quem sofre de bronquite), e assim começou a minha jornada durante um ano, por uma terrinha que nem sequer me lembro do nome !!!

Terei de rever nas minhas memórias a nome da Terrinha onde fui colocado.Lembro-me de uma casa à luz da vela, sem água e sem cagadeira. Rodeado de desconhecidos, familiares de uma criada de meus pais! Recordo vagamente um Carnaval medonho, em que me escondi, acho que por causa das máscaras! Recordo as cagadas no Monte, várias vezes ao dia, o contacto com a natureza no seu expoente máximo, creio eu!

O que mais me recordo foi a ida para as vindimas a cavalo, com toda a gente a cantarolar não sei bem o quê ! (Tenho de abrir a gaveta das memórias para ser mais preciso no conto da minha passagem pelas Vindimas, só que esta chave está difícil de encontrar !!!)

De momento só me lembro da indignação do Senhor Basílio, com as Vindimas (e com toda a razão):



ToZe
( a sua resposta ao Desafiómetro Vindimar)

0 comentários: