Fascinação do ninho



Esta gaja tem a mania de fazer as coisas difíceis. Tou tão bem em casa dos meus pais. E depois o guito para as noitadas?... Tá bem que a Sónia e o Rui se casaram e a mãezinha dela leva-lhes a comidinha feita lá a casa em taparueres e a dele, engoma-lhes a roupa toda e ambas pagam a meias a ucraniana que lhes limpa a casa mas, mesmo assim, não é a mesma coisa e esta gaja está sempre a encher-me os ouvidos que já temos 30 anos e tal e coisa e renhaunhau.

Basicamente sou muito prático e é uma maravilha gastar agora o meu ordenado onde me apetece sem dar cavaco a ninguém nem preocupações de o esticar e se um dia peço à minha mãe que me traga o pequeno almoço à cama ela cumpre e pronto. Com esta gaja não ia assim que lá vianham as contas para pagar e as discussões sobre o destino a dar aos ordenados mais uma cuidadosa distribuição de tarefas a meias que a gaja é muito metódica e organizada e nunca me ia permitir ser um calão. O meu avô chamaria a isto modernices que nunca nos dias da sua vida se viu confrontado com tais problemas.

E palavra que me pergunto a mim mesmo se a perspectiva de poder ter sexo todos os dias e a qualquer hora em que estejamos juntos justifica a perca das regalias a que fui acostumado.


[Imagem © furfree,
Playboysrus ]

0 comentários: