Dar uma para as Caldas

Rafael Bordalo Pinheiro fundou uma fábrica de cerâmica artística nas Caldas da Rainha, em 1884, que agora está aflitinha para continuar em pé.

E para como o Zé Povinho fazer um Toma! a esta situação 8 nomes da praça* lançaram uma petição on line para apelar a uma intervenção do Estado de modo a salvaguardar o espólio do artista (moldes, desenhos e peças originais) e a manutenção da fábrica com uma nova estratégia de afirmação da marca Bordalo Pinheiro.

Não quer dar uma para a Caldas?...

Adenda das 20:18: É que até quem queira dar um Museu.


*a professora de História da Arte Raquel Henriques da Silva, a artista plástica Joana Vasconcelos, a coordenadora do Atelier Artístico da Fábrica Bordalo Pinheiro Elsa Rebelo, o designer Henrique Cayatte, a directora do Museu do Design e da Moda Bárbara Coutinho, a empresária Catarina Portas, a curadora independente Lúcia Marques e a advogada Carmo Afonso.

0 comentários: