Clube das virgens

click to comment
[Foto © José d'Almeida & Maria Flores, 2009, Appuyer sur bouton-Arret -v ]


Como o vinho do Porto e a ginjinha há tradições que voltam ciclicamente. E assim a blogoesfera acolhe desde o ano passado um Clube das Virgens, de 22 meninas dos 16 aos 32 anos lideradas por Margarida Menezes, Magui para as amigas, que proclama que o «clube das virgens foi criado de mim para ti, para nós, virgens de portugal e com orgulho!», copiando uma ideia que já fez caminho no Brasil.

Lamentavelmente, eu que até gosto de acompanhar todos as novas tendências, mesmo que revivalistas, estou impedida de pertencer a este clube a menos que o meu signo ascendente conte. Também não vem daí mal ao mundo porque depois de ler o blogue de ponta a ponta, obviamente sem mais penetração de qualquer espécie, quero crer que o estado de virgindade pode até ser prejudicial à saúde.

Não é assim por nada muito especifico mas detectei que a virgindade provoca um fraco uso da língua portuguesa pela ausência de acentuação e pelas resmas de erros ortográficos como ausêntei, camera de lobos, control, preenxeram , quizer, voçes e até xixolina para designar Ilona Staller.

Depois também me pareceu que a virgindade nos transforma em couves, não por falta de talo mas por carência de opinião crítica já que «O Clube das Virgens, é completamente alheia (sic) a todas as manifestações de caracter Político, Desportivo e Racial» e até penaliza quem «Injuriar ou ofender membros dos partidos políticos, religiosos e fomentar o racismo».

Acresce que também deduzi que é necessário perder a noção da realidade e acreditar piamente que esta é um conto de fadas já que o Clube avança que «Iremos mostrar que ser mulher é muito mais que uma questão de virgindade, e que sendo um principe encantado ou um sapo disfarçado o nosso amor chegará um dia...». Ora isto é uma grande contrariedade uma vez que este enunciado também não é prático pela escassez de moçoilos de linhas de casas reais e por excluir à partida todas as moças republicanas.

E confesso que se me arrepiaram os pelinhos de todo o corpinho quando vi nos estatutos atribuídos às meninas sócias virgens apenas 3 direitos contra 7 deveres mais a machadada de nada valerem para além de fazerem número quando se estabelece que «É inteira competência da Presidente deste Clube a continuação ou a anulação do mesmo».

Seguindo o hábito da Presidente virgem Magui apenas lhes desejo muitos beijinhos (castos), que fiquem bem e sejam felizes.


Notícia extraordinária: Hoje ao vivo e a cores, a partir das 14h, no programa Sociedade Civil da RTP2 podem ver a Magui a expressar a sua opinião social e política sobre amigos coloridos.
---

Outras opiniões minhas:
- Virgindada

- Serviço Cívico
- Aula de castidade

19 comentários:

Luis Bento disse...

Confesso! Entrei no twitter e segui o teu link..pensei que ia dar ao blog do clube das virgens, mas... fiquei extasiado com os pormenosres do teu texo, agradou-me o teu humor corrosivo e a narrativa bem estruturada. Já não preciso de lá ir...salvo seja..."lá ir ao texto da magui"...digamos que os erros ortográficos me tiraram a tesão toda!!

São Rosas disse...

A mim só não me tiram a tesão porque o meu tesão é no grelo... mas é masculino :O)

sagher disse...

sempre fui muito ligado ao associativismo. De clubes de bairro a colectividades a todo o lado tenho chegado. Agrada-me a idéia de um clube assim. Mas sugiro à Magui a contratação da minha pessoa para acessor do dito, aliás deveria ser criado um movimento que me proposesse para tal função. Garanto que que as raparigas continuariam virgens (nos ouvidos) e muito felizes pela sua condição

Maldonado disse...

A margarida Menezes é mais uma que se anda a promover à custa do mediatismo. À conta do mesmo já conseguiu um emprego no Benfica como relações públicas.
Definitivamente ela tem uma psicose qualquer, pois nas suas alocuções públicas revela muita infantilidade, parecendo mais uma menina de dez anos que uma jovem de vinte e tal anos...

maria_arvore disse...

Ai Luis Bento,
com este teu comentário eu é que confesso que fico toda molhadinha. :)
E tal como tu, os erros ortográficos, os pontapés na gramática e o não saber usar a língua portuguesa também me tiram a tusa toda. ;)

maria_arvore disse...

São Rosas,
Tirando tu, bem sabes que também só tenho tesão com coisas de menino. ;)

maria_arvore disse...

sagher,
mas isso é toda uma proposta de fundação de um novo movimento associativo. ;) E apesar de compreender os teus motivos, gabo-te a pachorra de dar aulas a meninas. ;)

Fausta Paixão disse...

virgens?

dantes as pessoas escondiam as suas pancadas porque sempre caía mal fugir-se ao padrão da normalidade.
Ok, costuma-se dizer que cada um come do que gosta... ou não come, se não gosta...
... mas tem de ser apregoado?

Isto, mal comparado, é uma espécie de neo-realismo ou sei lá... até parece que o que está a dar é ser pobrezinha... de espírito!

maria_arvore disse...

Maldonado,
Confesso que depois de ler o blogue de fio a pavio pareceu-me que a presidente do (seu) Clube é uma ditadorazinha e concordo que de facto procura protagonismo tanto que para aí uns 25% dos seus posts são apenas para dizer que ela, a magnífica Presidente, vai estar no programa tal ou tal e nem acha estranho que enquanto virgem se possa pronunciar sobre amigos coloridos... certamente porque tem uma imaginação muito fértil ou muitos preconceitos bem argamassados na cabeça. ;)

Guidinha Sabia-Toda disse...

Creio que bócezes estais todas inquibocadas. E digo-bos isto, porque estou xerta que inda num ponderásteis um pouco axerca do que reprejenta xer-xe birgem.
Em premeiro lugar, uma birgem é uma melher mais sastefeita que calquer oitra... e xabeis porquêi!?
Então bêde: inquanto uma mulher que coneça home, xó tem ume, nóz as birgens têimos os trezezeze.
Despois injiste oitra grande bantaje em xer-xe birgem,que éi a de candadames, xubrepômos as côxas o que proboca um ruçar cunstante das bordas grándes e das bordas piquenas, inquanto as mulheres que num sõe birgens, cando andem as bordas já num se tocam, quinte oiço algumas dezerem (cumo sêija a São Rosas)que de tã largasque São inté se esqueissem que teinhem cona.
Per uma questam eiteca, num debia de bos dezeir isto, mas bá lá, queu inté me pareixe que sois boa gente... xe quezerdes ingrexar nu clobe das birgens, dejei-me, queu mandobos a morada dum médeco conecido que bos cunsegue meter oitrabez a cona cumo noba e num bos leba caro.
Beijinhos pra todas... e aparexam lá na xede du clobe prágente xe conexer mais ó bibo... e axim.

São Rosas disse...

Eu sei, MariÁrvem que sou a excepção que confirma as tuas regras ;O)

vague disse...

rs,não sabia da existência do clube da Magui.

estou como alguém q escreveu neste post, erros de Português tiram-me a... vontade toda :)

vague disse...

Maria Árvore, o Sagher quer retirar a razão de ser ao clube. tá mal! e depois? :)


hum... pergunto-me o q será para o clube das virgens ser 'virgem' - é q o valer tudo menos a parte final parece-me batota :)



espreitei o blog... têm a certeza q aquilo é a sério? é q escrevem um pouco para o básico. realmente, q coisa. haverá adeptos fervorosos de tais (não)práticas? mas se existir fervor, isso não comprometerá a existência do clube?
aqui cheira-me a esturro :D

vague disse...

O Maldonado é q tem razão, a ser certo q a menina é RP do Benfica.

Mediatismo, Falem bem ou mal mas falem, não é??

maria_arvore disse...

Fausta Paixão,
salvo falta de tempo ou de oportunidade, parece-me um desperdício de recursos a virgindade. É não aproveitar o ambiente à disposição nem fazer a reciclagem de si próprio. ;)
É como açorda de marisco sem coentros e como dizes... sem espírito. ;)

maria_arvore disse...

Guidinha Sabia-Toda,
:)))))

Se a vantagem de ser virgem é estar sempre com o pito aos saltos, parece-me arriscado que isso ainda leva a um constante afluxo do sangue à zona púbica que como tal vai rarear nas outras partes e ainda pode vir uma solipampa que leve ao estado de couve sem saber o que é um talo. ;)

maria_arvore disse...

São Rosas,
dizes bem. :) É que sendo tu as minhas regras tenho carnaval todos os meses. ;)

maria_arvore disse...

vague,
Eu cá só sei que existe o clube da Magui e que tem Presidente, como a França de Luís XIV tinha o rei-sol. ;)

Também me parece um clube preocupado com a projecção de uma imagem de telenovela e os 5 minutos de fama pelo que a «virgem técnica» deve ser tão aceitável como o «beijo técnico». ;)

E quanto ao Sagher, ele é um desencaminhador associativo a querer encenar as 1001 noites. ;)

Ah e avanço que ando agora feita CSI no blogue de um rapaz que afirma que nem um beijo ainda deu... para aquilatar a ingenuidade da coisa. ;)

São Rosas disse...

São Regras :O)