Cândido



Não era tão cândido como o do Voltaire nem tão corajoso como aquele que está em todas as cidades portuguesas e só em Lisboa se chama Almirante Reis mas caramba, aquela irritação na garganta estava há um dia inteirinho a incomodá-lo e medida pelo tecnológico termómetro de orelha tinha mesmo febre pelo que se justificava a ida às urgências.

O médico ouviu-lhe o historial traumático da retirada das amígdalas na infância e os sintomas actuais que o atormentavam e inspeccionou-lhe criteriosamente a garganta após o que se voltou a sentar e com um enigmático sorriso para aquela desgraça alheia afirmou que era coisa que se resolvia com uns antifúngicozitos embora conviesse que a senhora também se tratasse.

Estampou-se-lhe no rosto o ar cândido e estupefacto com a revelação de uma senhora lhe ter atazanado a garganta e o médico avançou que às vezes a candida albicans, popularmente conhecida por sapinhos, um fungo oportunista que costuma viver nas mucosas vaginais passa por artes de língua a germinar na cavidade bocal. Ele lá expressou um ah de quem descobre finalmente a pólvora rematado com um sorriso ansioso por solidariedade masculina que o médico não escusou desejando-lhe que não tivesse muito trabalho a desvendar qual a causadora de tamanha maldade que nos próximos tempos só se recomendava repouso.


(Foto © Martín Toyé,
El viejo ford a bigotes..., da série Fornigrafias)

Comentários

TheOldMan disse…
É o que faz a candura, Maria Árvore.

Tem que se ter sempre cuidado com a língua.

;-)
patologista disse…
Há riscos que vale a pena correr!
Mary_of_light disse…
Ora! Quando eu estou quase a virar é que vens com essa conversa...humpf.

(O texto está hilariante. Ainda me estou a rir só de imaginar a cena no doutor...lollll)
maria_arvore disse…
TOM,
:)

Serão as pastilhas elásticas uma prevenção da candura?... ;)
maria_arvore disse…
Patologista,
:)

É preciso é medir bem o risco?... ;)
maria_arvore disse…
Mary_of_light,
Ora! Como há cura antes dor de garganta que dor de alma. :)
Paulo Vinhal disse…
Do que me foste lembrar, Pê. Do terramoto de Lisboa, do Dr. Pangloss, da Cunegundes, dos orelhões, raaaiiios!... tanta coisa esquecida. :) :(
maria_arvore disse…
Paulo,
lol lol lol

Tu não me digas que eras tu que amparaste aquela pedra do Convento do Carmo para não me estatelar a moleirinha naquele 1 de Novembro?!... ;)))

Mensagens populares